M0rre menin0 de 5 anos balead0 pelo pai na entrada de esc0la em...ver mais
02/11/2023

Tragédia abala comunidade em Minas Gerais: um menino de cinco anos perdeu a vida após ser baleado pelo próprio pai na entrada de uma escola em Claro dos Poções. O ato de violência chocante, que também vitimou o companheiro da mãe da criança, foi motivado por um processo de litígio pela guarda do menor.

O incidente ocorreu quando o pai da criança, de 52 anos, aguardou o momento em que o atual companheiro da ex-esposa chegava para entregar o menino no Centro Municipal de Educação Infantil - Cemei Tia Naza. Nesse momento, ele efetuou disparos contra a criança e o padrasto dela, de 22 anos.

De acordo com a Polícia Militar, o padrasto, ao perceber que estava sendo seguido pelo agressor e que este havia efetuado disparos, buscou ajuda do porteiro da escola, que abriu o portão. No entanto, o agressor continuou atirando, atingindo as vítimas enquanto estavam em uma bicicleta. Em um ato de crueldade, o agressor puxou o menino pelo cabelo e disparou um tiro fatal em sua cabeça, antes de atirar novamente contra o padrasto.

Após o ataque, o agressor atentou contra a própria vida disparando contra sua própria cabeça. Ele foi transferido para Montes Claros por um helicóptero do Corpo de Bombeiros, mas infelizmente não sobreviveu, sofrendo uma parada cardiorrespiratória no momento em que a aeronave pousou.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) relatou que a criança, ao ser transferida para a Santa Casa de Montes Claros, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. O padrasto, que foi atingido de raspão na cabeça e apresentava suspeita de fratura na clavícula, também foi transferido para tratamento.

O trágico evento abalou a comunidade local, e as autoridades estão investigando o caso. O litígio pela guarda da criança parece ser a motivação por trás desse ato de violência inaceitável, que deixou uma família devastada e causou comoção na região.

AD
Artigo
Vídeos
Flash news